Tratamentos

Varizes

A doença venosa mais comum são as varizes e os vasos. O tratamento das varizes tem o objetivo de prevenir o surgimento de complicações, tratarossinais e sintomas e, dentro das possibilidade, melhorar o aspecto estético do membro.

A primeira providência a sera dotada é o uso de meiaselásticas pois a compressão exercida por elas corrige ou impede o refluxo de sangue, que é a principal causa das complicações e dos sintomas. Assim, manifestações como inchaço, peso, cansaço e desconforto podem ser controlados.

O uso das meias de compressão elástica, contudo, não corrige o problema anatômico na raiz do problema, que é o defeito das válvulas e sua conseqüente degeneração das veias envolvidas. Essa correção é feita cirurgicamente e, paratanto, existem algumas opções disponíveis. As mais utilizadas são a remoção das veias varicosas (técnica dita convencional ou stripping) ou sua cauterização (ablação) por laser ou por radiofreqüência.

Todas essas técnicas têm em comum impeder que o sangue flua pelas veias doentes, pois elas não têm a possibilidade de reparo e devem ser excluídas da circulação. Assim, ou essas veias são extraídas ou cauterizedas para que se fechem. Comparando-se as técnicas, a ablação (cauterização) produz trauma cirúrgico menor, permitindo retorno às atividades em um prazo muito menor, quando comparado às técnicas de extração das varizes (stripping); além disso, para a cauterização não são necessaries cortes na maior parte dos casos, obtendo-se resultado estético superior. Por esses e outros motivos, a cauterização a laser vem se tornando o tratamento mais utilizado.

  • Cirurgia convencional de varizes:
  • A remoção cirúrgica é indicada quando o vaso está danificado. Pode consistir na retirada apenas de ramos dilatados (fleboextração) e/ou de veias maiores chamadas de safenas, quando essas estiverem dilatadas ou com suas válvulas internas danificadas (insuficientes) com conseqüente refluxo. Prós e contras: Em toda cirurgia há riscos de complicações, porém o índice de complicações nesse tipo de cirurgia é muito baixo, cerca de 5% tratados por essa técnica pode apresentar fenômenos trombóticos no pós-operatório.

  • Cauterização a laser (EVLT -Endovascular Laser Therapy):
  • Técnica na qual se utiliza o laser, através de uma fibra ótica introduzida no interior das veias varicosas, para cauterizá-las e, assim, queimá-las e fazer com que sejam absorvidas pelo organismo e desapareçam. Prós e contras: Permite uma recuperação muito mais rápida, com menos dores, menos seqüelas ,menor possibilidade de complicações e, normalmente, produz um resultado estético melhor, porém é um procedimento com custo superior à cirurgia convencional.

  • Escleroterapia com espuma:
  • Consiste em se injetar nas veias varicosas espuma obtida pela mistura de um agente esclerosante saponáceo (como o polidocanol) com arougás carbônico (CO2). Essa espuma ocupa o lugar anteriormente ocupado pelo sangue dentro das veias e permite o contato desse esclerosante mais homogêneo e eficaz com a parede da veia. Com um volume menor de esclerosante, obtém-se resultado muito superior ao do esclerosante puro. É mais eficaz em veias de 6 a 7 mm de diâmetro, mas pode ser usada em qualquer veia. Prós e contras: Permite tratar-se veias inacessíveis por outras técnicas, em especial aquelas causadoras de úlceras varicosas ou pacientes, permite tratemento de varizes em pacientes que tenham contra-indicação para cirurgia, além de ser um tratamento feito em consultório, sem necessidade de internação. Contudo, essa técnca está mais sujeita a produzir manchas na pele e pode requer diversas aplicações até se obter o resultado desejado.

  • Cuidados:
  • Aqueles pacientes tratados cirurgicamente ciente recebem alta no mesmo dia ou no seguinte.Todos os pacientes, submetidos a cirurgia ou escleroterapia, devem usar meias elásticas e ter atividades namedida de suas possibilidades, e evitar expor as pernas ao sol por ao menos 30 dias.